sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Bordar é um ato de amor

"Experimente treinar o entusiasmo: ele se exercita com o trabalho realizado".
  Selma Said

.
Bordar é um ato de amor.
Amor a nós mesmas porque:
Estimula nossa criatividade,
Aumenta nossa auto estima,
Exercita nossa paciência,
Valoriza nossa inteligência,
Amplia nosso campo de ação,
Otimiza nosso lazer...
E muuuuito mais!!!!
.
Olá amigas!
Aqui estou de novo para falar das minhas alunas amigas.
O que escrevi acima , falo sempre com elas.
Insisto que este é um tempo delas que vai beneficiar a todos com quem tenham contato.
É sabido que a atividade manual atua na coordenação motora, na capacidade de organização, no desenvolvimento do raciocínio lógico, ativa a sensibilidade tátil, favorece o uso do espaço, promove o contato profundo da pessoa com ela mesma, desenvolve a autopercepção e dá equilíbrio às emoções, entre outos benefícios.
Pois bem!
Venho mostrar alguns resultados conseguidos em minhas aulas.
.
Em julho passado montamos um caderno de depoimentos para ficar junto aos nossos trabslhos, na exposição feita em agosto. Alguns deles eu trouxe para mostrar como bordar é, de fato, um ato de amor a nós mesmas!
.
A Perpétua é um doce de pessoa. Mostra um  pano de prato com vagonite trabalhado em fita de cetim e lindas palavras! É do grupo da terceira idade do bairro Santa Maria.No post da exposição(postagem anterior) ela, a d. Teca, mostra uma almofada bordada em pontos tradicionais.

Agora as palavras da Cidinha, do grupo do bairro Primavera.
Vem junto com um pano de prato bordado com pontos tradicionais . É exímia bordadeira e crocheteira. Doa parte de sua arte para a APAE onde é voluntária.
No post da exposção ela mostra uma lindíssima almofada de crivo!


Vejam que lindo o trabalho de d. Rita!
Calma, concentrada, minuciosa, borda lindamente o hardanger,como nesta barra de toalha,  entre outras artes que faz.
Participa do núcleo do bairro Alvorada.Esta toalha de rosto branca e lilás participou da exposição.


A Geralda tem a maior facilidade com o bordado em tecido xadrez! Como ficou lindo!
Lindo também é o que o bordado tem dado a ela, conforme suas palavras.Isto é a felicidade de uma professora! Ela pertence ao grupo do bairro São José.


Este é uma variação do vagonite: o ponto oitinho.Marciélly é ávida por aprender, por participar.
E nos brindou com palavras maravilhosas em seu depoimento.Também é do Santa Maria.
Na exposição ela colocou uma linda toalha de rosto em crivo branco 



Vocês não acham que é um orgulhgo ser professora destas amigas?!?!?!
.
Outro dia mostro outros depoimentos para vocês.
Por hora, um bem bordado abraço!!!



4 comentários:

Vanessa B.M. disse...

Oi, Iêda!
Que idéia linda de fazer um caderno de depoimentos! Ficou muito legal a integração de texto e trabalhos. E o melhor de tudo: aquece o coração a leitura de palavras tão bonitas.
Parabéns pelo seu trabalho!
Beijos,
Vanessa

Tere disse...

Oi Ieda!

Adorei sua visita ,parabéns quem tem o dom de ensinar sempre aprende um pouco.Adorei os trabalhos estão lindos.Tenha uma semana linda e abençoada.Bjs...

Tere disse...

Oi Querida!

Use o que você quiser, sinta-se a vontade tudo o que de meus blogs é compartilhar amizades e trabalhos.
Tenha uma linda semana.Bjs...

Vanessa B.M. disse...

Oi, Iêda!
Obrigada por sua visita e comentário!
Que bom que você gostou do meu blog! Você também está incluída na minha lista de blogs.
Também achei o abajour lindo. A autoria é da Cristina Bottallo. O modo de fazer se encontra neste link: http://www.cristinabottallo.art.br/passo/passo44.htm
Beijos,
Vanessa