domingo, 16 de março de 2014

MÊS DA MULHER, MARÇO E TODOS OS OUTROS

"Deus nos convida a participar de sua própria alegria: a de criar amando.
Michel Hubald




Não gosto das pieguices que aparecem por ocasião do 08 de março.
Acho que merecemos algo mais concreto, mesmo que em palavras.
Assim considero importantes duas mensagens entre as mais conhecidas: a  música do Erasmo Carlos "Mulher ( sexo frágil) " e a crônica "Mulherão" de Marta Medeiros. Estas, sim! São palavras com lastro!

Na verdade, as mulheres
 "preparam a vida"! 

Para onde você olhar há sempre uma mulher preparando .

Preparam a mamadeira, a sopinha, o lanche, o jantar, a recepção...
Alimentos e apoios.

Preparam a casa para a chegada, a partida, o começo, a permanência, a mudança...
Aconchego e porto seguro.

Preparam as máquinas de costurar, de lavar, de cozinhar, de refrescar, de decorar...
Mão na massa e desafio.

Preparam-se diante do espelho para a sua hora, a do marido, a dos filhos, dos parentes, dos amigos...
E enquanto se preparam pedem a Deus por todos.

Há ainda as que preparam um agrado e o coração para para uma sofrida visita ao asilo, ao hospital, à prisão...
Confiança presente na caridade  extendendo a mão.

Nós, mulheres, vivemos preparando... 
Preparando coisas e pessoas.
Preparando espaços no mundo!
Preparando a vida!!


Amigos escrevi estas palavras em março de 2009.
Trago novamente neste março, neste mês da mulher, pois foi com o coração que escrevi. E continuo pensando assim.

A foto é de uma das reuniões festivas com minhas alunas, em 2013.

Abraço a todos que aqui passarem.



2 comentários:

Roberta Granada M. Bortoluzzi disse...

Oi amiga, adorei todas as novidades do teu blog, seu blog continua lindo, trouxe uma poesia para você,beijokas
Deus te dá a lã e a agulha


E te diz: Crocheta o melhor que puder, um ponto de cada vez.

Cada ponto é um dia na agulha do tempo.

Depois de 12 carreiras de 30 ou 31 pontos,

Terás 365 pontos,

Em dez anos, cerca de 3650 pontos…

Alguns são pelo direito, outros pelo avesso…

Há pontos que se perdem…

Mas que podemos recuperar…

A lã que o bom Deus nos dá,

Para crochetar nossa existência, é de todas as cores:

Rosa como nossas alegrias, negra como nossos sofrimentos,

Cinza como nossas dúvidas, verde como nossas esperanças,

Vermelha como nossos amores, azul como nossos desejos,

Branca como a fé que temos nele.

Quantos pontos caberão no crochê de tua vida?

Só Deus é quem sabe !!

http://www.titacarre.com
http://elo7.com.br/titacarre

Iêda Klein disse...

Olá Roberta. Adorei sua poesia. Amanhã teremos reunião de trabalho, como toda sexta. Vou ler estas palavras cheias de significado, pela passagem do dia do artesão. Na turma de 23 pessoas trabalhando com a terceira idade, só eu trabalho o artesanato.E estou sempre valorizando nossa área.
Obrigada e bom final de semana.